Migração negra

um estado da arte sobre a presença da população negra na Amazônia

  • Ketno Lucas Santiago Universidade Federal do Pará – UFPA
  • Francisco Pereira Smith Júnior Universidade Federal do Pará – UFPA
Palavras-chave: Migração Negra, Migração Forçada, Migração Interna

Resumo

Esta pesquisa é fruto de um Estado da Arte sobre a categoria migração negra. O objetivo principal é de identificar estudos, teses, dissertações, artigos e trabalhos acadêmicos, que tratam sobre a temática migração. Apresentar uma visão geral a respeito do conceito “migração negra” e a sua frequência de aplicabilidade na acadêmica. Articular os movimentos migratórios com estudos de autores que trabalham a temática, bem como apontar indicativos para uma melhor conceituação da temática proposta. Metodologicamente o caminho percorrido é de cunho historiográfico, por meio de um levantamento bibliográfico, identificando teorias que contribuíram para estabelecer um diálogo entre as categorias sugeridas. Resultados preliminares indicam que a chegada do povo africano no Brasil e na Região Amazônica, se deu por meio de um processo migratório negro. Foram identificados autores que abordam a temática. Neste sentido, foi possível estabelecer um diálogo com esses autores, abordando uma variação do conceito migração, contribuindo com elementos para sustentar a afirmação de que a migração negra possui diferenças e similaridade com o processo migratório de outras populações pelo mundo, porém são as similaridades que as definem enquanto migração negra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBAGLI, S. Território e territorialidade. Territórios em movimento: cultura e identidade como estratégia de inserção competitiva. Rio de Janeiro: Relume Damará/Brasília: SEBRAE, 2004.

AGUILAR, M. do Carmo Moreira. Famílias negras no planalto médio do Rio Grande do Sul (1940-1960): terra, migração e relações familiares. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2012.

AMORIM, C. E. G.; et al. Migration in Afro-Brazilian rural communities: crossing demographic and genetic data. (Report). Human Biology, August, 2011, Vol.83(4), p.509(13), Cengage Learning, Inc. https://goo.gl/jgWfJk. Acessado dia 21/01/19.

ARAÚJO, V.B. de. Alguns pressupostos teóricos sobre a construção social das identidades. Darandina Revisteletrônica, v. 10, n. 1, 12 p., 2017. Disponível em: http://www.ufjf.br/darandina/files/2017/06/Artigo-Valterlei-Borges-de-Ara%C3%BAjo_timbrado_final.pdf. Acessado em Ago de 2018.

BAENINGER. Rosana. Rotatividade migratória: um novo olhar para as migrações internas no Brasil. Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana: REMHU, Rev. Interdiscip. Mobil. Hum. vol.20 no.39 Brasília July/Dec. 2012. https://goo.gl/AMnooX. Acessado no dia 13/07.

BAENINGER, Rosana; PERES, Roberta. Migração de crise: a migração haitiana para o Brasil. R. bras. Est. Pop., Belo Horizonte, v.34, n.1, p.119-143, jan./abr. 2017.

CARREIRA, Shirley de Souza Gomes. Migração, identidade e memória em O cisne e o aviador, de Heliete Vaitsman. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea.no.52 Brasília Sept./Dec. 2017, p. 31-49, set./dez. 2017.

CASTELO, Cláudia. Migração ultramarina: contradições e constrangimentos. Ler História. Dossier: Emigração e Imigração. nº56 / 2009. https://goo.gl/sCPrzD . Acessado dia 20/08.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: 1. artes de fazer. 9. ed. Trad. Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis: Vozes, 1994.

COSTA, Emília Viotti da. Da Monarquia à República – momentos decisivos”, Emília Viotti da Costa. – 8 ed. ver. E ampliada. São Paulo: Fundação Editora UNESP, 2007.

COSTA, Carlos Eduardo Coutinho da. Migrações negras no pós-abolição do sudeste cafeeiro (1888-1940). Topoi (Rio J.), Rio de Janeiro, v. 16, n. 30, p. 101-126, jan./jun. 2015 | https://goo.gl/kAC9mQ. Acessado dia 25/07.

COSTA, Branca Maria Lopes de Albuquerque. Richard Wright e William “Big Bill' Broonzy : diálogos narrativas da grande migração negra americana (1930-1960). 2007, 185 f. Dissertação de Mestrado em Estudos Americanos - Universidade Aberta - Porto. 2007. https://goo.gl/hmpfjj. Acessado no 23/07.

DAVIES, Carole Boyce. Mulheres caribenhas escrevem a Mulheres caribenhas escrevem a migração e a diáspora migração e a diáspora. Revistas de Estudos Feministas, Florianópolis, 18(3): 336, setembro-dezembro/2010. https://goo.gl/ryQaoP Acessado dia 17/01/19.

DRUMOND. João Augusto Guimarães; MARCOPITO. Luiz Francisco. Migração interna e a distribuição da mortalidade por doença de Chagas, Brasil, 1981/1998. Cadernos de Saúde Pública vol.22 no.10 Rio de Janeiro Oct. 2006. https://goo.gl/LSt7zR. Acessado no dia 15/07.

HALL, Stuart. Da diáspora: Identidades e mediações culturais / Stuart Hall;Organização Liv Sovik; Tradução Adelaine La Guardia Resende ... letall.- Belo Horizonte: Editora UFMG; Brasília: Representação da UNESCO noBrasil, 2003. 4M p. (Humanitas).

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade / Stuart Hall; tradução Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro-11. ed. -Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

IANNI, Octavio, 1926 – Capitalismo, violência e terrorismo / Otavio Ianni. – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

KLEIN, H. S. Migração Internacional na História da América. In: FAUSTO, Boris (org), Fazer a América. São Paulo: EDUSP, 2000. p. 13-31.

LIRA, Jonatha Rodrigo de Oliveira. Estudo da migração internacional na Amazônia brasileira a partir da análise dos dados de espacialidade e seletividade dos censos de 2000 e 2010 / 90 f.; Dissertação (mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Pará, 2012.

MARANDOLA JUNIOR, Eduardo. Migração e Geografia. Rev. bras. estud. popul. vol.28 no.1 São Paulo Jan./June 2011.

MARTINS, Ângela Maria. SILVA, Vandré Gomes da. O Estado da Arte sobre gestão, autonomia escolar e órgãos colegiados: Uma visão geral. Estado da Arte: autonomia escolar e órgão colegiados (2000/2008) /Ângela Maria Martins (Organizadora), autores Cleiton de Oliveira...[ct.al.], - Brasília: Líber Livro, 2011. 312 p: il; 21 cm.

MOURA, Clovis. Rebeliões da Senzala. 5ª Edição. Editora Anita Garibaldi. Fundação Maurício Grabois. São Paulo-SP, 2014.

MOROZ, Melania. O processo de pesquisa: iniciação / Melania Moroz e Mônica Helena Tieppo Alves Gianfaldoni. – Brasília: Liber Livro Editora, 2ª edição, 2006.

NASCIMENTO DOS SANTOS, Daiana. A Mala se perdeu no oceano: Reflexões sobre escravidão e migrações na literatura contemporânea. Revista Chasqui, 2018, Vol.47(2), p.73. encurtador.com.br/pFM89. Acessado 22/01/2019.

PANTA, M. A. dos Santos. População negra em Londrina: processos migratórios, deslocamentos espaciais intra-urbanos e segregação. Dissertação (Mestrado em Ciências Socias) - Universidade Estadual de Londrina. 2013.

PEREIRA, Miriam Halpern. A emigração portuguesa para o Brasil e a geo-estratégia do desenvolvimento euro-americano. Revista Ler História. Nº56 - 2009. https://goo.gl/FgHDAL Acessado dia 20/08.

RODRIGUES, Ricardo Santos. Entre o Passado e o Agora: Diáspora Negra e Identidade Cultural. Revista EPOS; Rio de Janeiro – RJ; Vol.3, nº 2, julho-dezembro de 2012; ISSN 2178-700X. https://goo.gl/KZ5p9a Acessado dia 24/07.

SAYAD. A. A imigração ou os paradoxos da alteridade. / Prefácio Pierre Bourdieu; Tradução Cristina Muracho. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1998.

SEVERINO, Antônio Joaquim, 1941 – Metodologia do Trabalho Científico / 23.ed. ver. e atual. – São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA. Idelma Santiago da. MIGRAÇÃO E CULTURA NO SUDESTE DO PARÁ: Marabá (1968-1988). 2006. 181f. (Dissertação de Mestrado) Curso de Mestrado em História da Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia da Universidade Federal de Goiás.

SILVA FILHO, Luis Abel, 1981- Migração: inserção socioeconômica, condição de atividade e diferenciais de rendimentos no Brasil / Luis Abel da Silva Filho. – Campinas, SP: [s.n.], 2017.

SMITH JÚNIOR, Francisco Pereira. Imigração espanhola na Amazônia: as colônias agrícolas e o desenvolvimento socioeconômico do Nordeste paraense (1890-1920). 2012. 212 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável do Tropico Úmido) - Universidade Federal do Pará, 2012.

SMITH JÚNIOR, Francisco Pereira. Migração Interna e Internacional na Amazônia: Sua Relação nas colônias agrícolas do Pará no início do Século XX. Migração Interna na Pan – Amazônia / Luis Eduardo Aragón (Organizador) – Belém: NAEA, 2013. 253 p.: il.; 29 cm.

SILVA, T.T. da. A produção social da identidade e da diferença. In.: SILVA, T.T. (Org.); HALL, S.; WOODWARD, K. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 15. ed., Petrópolis, RJ: Vozes, p. 73-102, 2014.

SILVA NETO, Francisco Rodrigues da. Um Estudo a migração de japoneses para a Amazônia Peruana e sua continuação para a Amazônia Brasileira / Orientador Luís Eduardo Aragon. - Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável do Tropico Úmido) – Universidade Federal do Pará, 2014.

STEFANI, J.; SALVAGNI, J. Uma abordagem sociológica e filosófica do conceito de identidade. Tempo da Ciência, v. 18, n. 36, p. 21-34, 2011. Disponpivel em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/tempodaciencia/article/download/9040/6611. Acessado em Ago de 2018.

TEISSERENC, Maria José da Silva Aquino. SANT’ANA JÚNIOR, Horácio Antunes de. ESTERCI, Neide. Ações locais e dinâmicas socioterritoriais emergentes na Amazônia e no Brasil. Territórios, Mobilizações e conservação socioambiental / Maria José da Silva Aquino Teisserenc, Horácio Antunes de Sant’Ana Júnior, Neide Esterci, Organizadores.- São Luís: EDUFMA, 2016.

VALE, N. B. do. DELFINO, J. Anestesia na população negra. Revista Brasileira de Anestesiologia 401. Vol. 53, Nº 3, Maio - Junho, 2003. https://goo.gl/axt8nh Acessado dia 21/01/19.

WACQUANT, Loïc. Que é gueto? Construindo um conceito sociológico. Revista de Sociologia e Política, 01 November 2004, Issue 23, pp.155-164. https://goo.gl/jksEdS. Acessado dia 21/01/19.

WALKER, R.T.; et al. As contradições do processo de desenvolvimento Agrícola na Transamazônica. In.: Documentos, n. 93, 117p., Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 1997. Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/385042/1/CPATUDoc93.pdf. Acessado em Fev de 2018.

WESLLEY H. C. Mattos. Migração por Sobrevivência: Soluções Brasileiras. REMHU - Rev. Interdiscip. Mobil. Hum., Brasília, Ano XXIII, n. 44, p. 221-236, jan./jun. 2015.

WOODWARD, K. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In.: SILVA, T.T. (Org.); HALL, S.; WOODWARD, K. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 15. ed., Petrópolis, RJ: Vozes, p. 7-72, 2014.

Publicado
2020-12-23
Como Citar
Santiago, K. L. ., & Smith Júnior, F. P. . (2020). Migração negra: um estado da arte sobre a presença da população negra na Amazônia. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 17(2), 586- 600. https://doi.org/10.35355/revistafenix.v17i17.968