Democracia para quem?

Usos e abusos da imagem de crianças e jovens na mídia noticiosa

  • Carmem Lúcia Sussel Mariano Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
Palavras-chave: adultocentrismo, mídia e infância, cidadania de crianças e adolescentes, uso instrumental da infância

Resumo

Este texto aborda estudos em âmbito internacional e nacional sobre as retóricas e imagens presentes na visibilidade midiática de problemáticas associadas à infância e juventude, evidenciando que crianças e adolescentes adentram na mídia noticiosa de um ponto de vista negativo, com preferência por enfoques sensacionalistas, revestindo-os de interesse noticioso quando associados ao desvio, à sexualidade e à violência – seja enquanto vítima ou algoz. Argumenta-se que essa visibilidade não contribui para a visualização desse grupo etário como sujeitos políticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALAJMO, Marco. Des-informação e criança brasileira: considerações críticas sobre comunicação e conhecimento. In: RIZZINI, Irene (Org.). A criança no Brasil de hoje: desafio para o terceiro milênio. Rio de Janeiro, Editora Universitária Santa Úrsula, 1993.

ANDI (Agência de Notícias pelos direitos da criança). Balas perdidas: Um olhar sobre o comportamento da imprensa brasileira quando a criança e o adolescente estão na pauta da Violência. Brasília/DF, 2001.

ANDRADE, Leandro Feitosa. Prostituição infanto-juvenil na mídia: estigmatização e ideologia. São Paulo: EDUC, 2004.

ANDRADE, Marcelo Pereira de. A categoria “meninos de rua” na mídia: uma interpretação ideológica. Tese (Doutorado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2005.

ARFUCH, Leonor. Crímenes y pecados: de los jóvenes en la crónica policial. Buenos Aires: Cuadernos del Unicef, 1997.

BEST, Joel. Social problems. New York: Norton and Company, 2007.

BIZZO, Vanessa Monteiro. Infância associada ao tema aborto voluntário em peças jornalísticas publicadas no jornal online da Folha de S. Paulo (1997-2005). Dissertação (Mestrado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2008.

ESPÍNDULA, D.; ARANZEDO, A.; TRINDADE, Z.; MENANDRO, M.; BERTOLLO, M.; RÖLKE, R. “Perigoso e violento”: representações sociais de adolescentes em conflito com a lei em material jornalístico. PSIC - Revista de Psicologia da Vetor Editora, 7(2), p. 11-20, 2006.

MINAYO, M.; NJAINE, K. Análise do discurso da imprensa sobre rebeliões de jovens infratores em regime de privação de liberdade. Ciência e Saúde Coletiva, 7(2), São Paulo, p. 285-297, 2002.

FEILITZEN, Cecília von. Educação para a mídia, participação infantil e democracia. p. 19-35. In: _______; CARLSSON, Ulla (Orgs.). A criança e a mídia: imagem, educação, participação. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO, 2002.

FRANKLIN, Bob. Children’s rights and media wrongs. p. 15-42. In: ______ (ed.) The new handbook of children’s rights: comparative policy and practice. Londres/New York: Routledge, 2002.

FREITAS, Rosangsela Ramos de. O tema trabalho infanto-juvenil na mídia: uma interpretação ideológica. Tese (Doutorado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2004.

LAVOINNE, Yves. L’humanitaire et les médias. Lyon: Presses Universitaires de Lyon, 2002.

MARIANO, Carmem L. Sussel. Direitos da criança e do adolescente: os marcos legais e a mídia. Tese (Doutorado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2010.

MOELLER, Susan. A hierachy of innocense. The medias’s use of children in the telling of internacional news. Press/Politics, 7 (1), p. 36-56, 2002.

MORAES, Julianne Caju de Oliveira Moraes. Discursos sobre a temática do abuso sexual de crianças e da pedofilia na mídia escrita. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Mato Grosso. Mato Grosso, 2017.

NAVAS, Jorge. Jovenes y médios de comunication. In: SOLÓRZANO, Irela; ABAUNZA, Humberto. Las reglas del juego: limites y libertades para la juventud en Nicaragua. Managua: Puntos de Encuentro, 1994.

NAZARETH, Leila. O discurso da mídia sobre a adolescente grávida: uma análise da ideologia. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2004.

PEREIRA, Fabiana da Cunha. Em nome da criança e do adolescente: ONGs e imprensa em parceria na construção do noticiário. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação). Universidade de São Paulo, 2005.

PONTE, Maria Cristina. Imagens de crianças na imprensa de informação geral. Anais do XXV Congresso Anual em Ciência da Comunicação, Salvador, n.p., 2002.

_______. Crianças em notícia: a construção da infância pelo discurso jornalístico (1970-2000). Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2005.

QVORTRUP, Jens. Visibilidade de crianças e infância. Linhas Críticas. V. 20, n 41, p. 23-42, jan./abr. 2014.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: EXO/34, 2009.

ROSEMBERG, Fúlvia. Eu consumo, tu me consomes. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, Fundação Carlos Chagas, n.º 31, p. 41-48, dez. 1979.

_______. O discurso sobre criança de rua na década de 80. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, Fundação Carlos Chagas, n.º 87, p. 71-81, nov. 1993.

_______. Crianças pobres e famílias em risco: as armadilhas de um discurso. Rev. Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano. IV (1), p. 28-33, 1994.

_______. Prefácio de ANDRADE, Leandro. Prostituição infanto-juvenil na mídia: estigmatização e ideologia. São Paulo: EDUC, 2004.

_______. Criança pequena e desigualdade social no Brasil. p. 49-86. In: FREITAS, Marcos Cezar de (Org.). Desigualdade social e diversidade cultural na infância e na juventude. São Paulo: Cortez, 2008.

_______; ANDRADE, Marcelo. Infância na mídia brasileira e ideologia. p. 257-274. In: JACÓ-VILELA A.M. e SATO, L. (Orgs.). Diálogos em Psicologia Social, Porto Alegre, Ed. Evangraf, 2007.

______ ; MARIANO, Carmem L. Sussel. A Convenção Internacional Sobre os Direitos da Criança: Debates e Tensões. Cadernos de Pesquisa. v. 40, n. 141, p. 693-728, set./dez.2010.

SÁNCHEZ-JANKOWSKI, Martín. As gangues e a imprensa: a produção de um mito. Revista Brasileira de Educação. São Paulo, nºs 5 e 6, p. 180-198, maio-dez, 1997.

RAO, Leeia. Advogados de uma nova sociedade de consumo: as crianças nos comerciais da TV. p. 109-118. In: _______; CARLSSON, Ulla (Orgs.). A criança e a mídia: imagem, educação, participação. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO, 2002

RENAUT, Alain. A libertação das crianças: a era da criança cidadão. Lisboa: Instituto Piaget, 2002.

THOMPSON, John B. Ideologia e cultura moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. Petrópolis: Vozes, 1995.

Publicado
2020-12-23
Como Citar
Sussel Mariano, C. L. . (2020). Democracia para quem? : Usos e abusos da imagem de crianças e jovens na mídia noticiosa. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 17(2), 382 - 400. https://doi.org/10.35355/revistafenix.v17i17.957