A transição democrática brasileira em imagens

O filme The Brazilian Connection... de Helena Solberg (1982)

  • Alcilene Cavalcante Universidade Federal de Goiás – UFG
Palavras-chave: (re) democratização, filme, memória cultural, mulheres

Resumo

A crise política brasileira recente coloca em quadro a hipótese do caráter inconcluso da última transição democrática do país (anos 1980). Este artigo aborda o documentário The Brazilian Connection: a struggle for democracy, de Helena Solberg, de 1982, para esquadrinhar as principais tensões do período em questão, registradas em imagens e nos depoimentos desse emblemático filme da transição política no país. Parte-se da relevância das imagens na contemporaneidade, inserindo o texto nos estudos de História e audiovisual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, Maria Paula. Utopia Fragmentada: as novas esquerdas no Brasil e no mundo na década de 1970. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2000.

BARRETO, Álvaro. Eleições e mudanças políticas no Brasil nos 80: análise a partir de uma unidade Subnacional (Pelotas, RS). Pensamento Plural, Pelotas [04], pp. 11-35, jan./jun. 2009. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/pensamentoplural/article/view/3683/3006. Acesso em: 25 mar. 2019.

BAUER, Caroline. Como será o passado? História, Historiadores e a Comissão Nacional da Verdade. Jundiaí. SP: Paco editorial, 2017.

BOTELHO. Andre; STARLING, Heloísa (orgs). República e democracia: impasses do Brasil Contemporâneo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2017.

BRITO, Alexandra Barahona de; FERNANDEZ, Paloma Aguilar; ENRIQUEZ, Carmen Gonzalez (eds). Introducción. pp. 29-70. In: ___________. Las políticas hacia el pasado: juicios, depuraciones, perdon y olvido en las nuevas democracias. Madrid: Ediciones Istmo, 2002.

BURTON, Julianne. Cinema and Social Change in Latin America: conversations with filmmakers. Austin: University of Texas Press, 1986.

CAVALCANTE, Alcilene. A transição democrática brasileira (1974‐1989) pelas lentes de João Batista de Andrade. Rev. Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 9, n. 21, pp. 43-73, 2017. Disponível em https://revistas.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180309212017043/7001. Acesso em: 18 mar. 2020.

CAVALCANTE, Alcilene. Imagens da ditadura civil-militar brasileira em filmes de mulheres dos anos 1970: Feminino Plural, de Vera de Figueiredo. História Revista, Goiânia, v. 23, n. 1, pp. 49-62, 2018. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/historia/article/view/54210. Acesso em: 19 mar. 2020.

Catálogo da 1ª Retrospectiva integral dos filmes de Helena Solberg. Org. Associação Filmes de Quintal. Curadoria: Carla Italiano e Leonardo Amaral, 2018

CORDEIRO, Janaína. Direitas em movimento: a campanha da Mulher pela Democracia e a ditadura no Brasil. Rio de janeiro: Edidora da FGV, 2008.

COTTA, Roberto. American rules, Brazilian contradictions: em torno de A Conexão Brasileira (1982/1983) e Retrato de um Terrorista (1985). pp. 76-83. Catálogo da 1ª Retrospectiva integral dos filmes de Helena Solberg. Org. Associação Filmes de Quintal. Curadoria: Carla Italiano e Leonardo Amaral, 2018. Disponível em; https://issuu.com/filmesdequintal/docs/catalogo_web_pags_soltas. Acesso em: 15 abr. 2020.

DUARTE, Ana Rita Fonteles. Moral e comportamento a serviço da ditadura militar – uma leitura dos escritos da escola superior de guerra”. Anais do Fazendo Gênero 10: desafios atuais do feminismo. Florianópolis, 16 a 20 de setembro de 2013, pp. 1-10. Disponível em: http://www.fg2013.wwc2017.eventos.dype.com.br/resources/anais/20/1384798463_ARQUIVO_AnaRitaFontelesDuarte.pdf Acesso em: 05 abr. 2019.

FERREIRA, Jorge. Crises da República: 1954, 1955 e 1961. pp. 301-342. In: ___; DELGADO, Lucilia (orgs). O tempo da experiência democrática: da democratização de 1945 ao golpe civil-militar de 1964. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008 (O Brasil Republicano 3).

FERRO, Marc. O conhecimento histórico, os filmes, as mídias. Revista Eletrônica O Olho da História, 2004. Disponível em: www.oolhodahistoria.ufba.br. Acesso: 15 jun. 2017.

FICO, Carlos. Brasil: a transição inconclusa. pp. 25-38.In: ____; ARAUJO, Maria Paula; GRIN, Monica (orgs). Violência na História: memória, trauma e reparação. Rio de Janeiro: Ponteio, 2012.

___. Ditadura militar brasileira: aproximações teóricas e historiográficas. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 9, n. 20, pp. 05-74. jan./abr. 2017.

___. O grande irmão: da Operação Brother Sam aos Anos de Chumbo - o governo dos Estados Unidos e a ditadura militar brasileira. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2008.

FRANÇA, Ana Claudia C. V.; CORRÊA, Ronaldo. Helena Solberg: uma cineasta brasileira na televisão norteamericana. Significação, São Paulo, v. 47, n. 54, pp. 233-250, jul-dez. 2020. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/significacao/article/view/155246. Acesso em: 25 jul. 2020.

GASPARI, Elio. Alice e o camaleão. pp. 12-37. In: ___; VENTURA, Zuenir; HOLLANDA, Heloisa Buarque de. Cultura em trânsito: da repressão à abertura. Rio de Janeiro: Aeroplano Editora, 2000.

FREIRE, Américo. Democracia brasileira em foco: historiografia, atores e proposições. Salvador: Sagga, 2019.

HOLANDA, Karla. Documentários (e afins) feitos por elas: um painel. pp; 65-74. In: LUSVARGHI, Luíza; SILVA, Camila Vieira. Mulheres atrás das câmeras: s cineastas brasileiras de 1930 a 2018. São Paulo: Estação Liberdade, 2019.

JELIN. Elizabeth; LONGONI, Ana. Escrituras, imágenes y escenarios ante la represión. Buenos Aires: Siglo XXI, 2005.

LAGNY, Michèle. Imagens audiovisuais e história do tempo presente. Revista Tempo e Argumento. Florianópolis, SC, v. 4, n. 1 pp. 23-44, jan/jun. 2012. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180304012012023. Acesso em: 18 abr. 2014.

LEME, Caroline Gomes. Ditadura em imagem e som: trinta anos de produções cinematográficas sobre o regime militar brasileiro. São Paulo: Editora UNESP, 2013.

MARCELINO, Douglas Attila. Subversivos e pornográficos: censura de livros e diversões públicas nos anos 1970. Rio de Janeiro, Arquivo Nacional, 2011.

MATTOS, Hebe; BESSONE, Tânia; MAMIGONIAN, Beatriz. Historiadores pela democracia: o golpe de 2016: a força do passado. São Paulo: Alameda, 2016.

MEZAROBBA, Glenda. Justiça de transição e a comissão da verdade. pp. 343 – 358. ALONSO, Angela; Dolhnikoff, Miriam (ogs). 1964: do golpe à democracia. São Paulo: Hedra, 2015.

NAPOLITANO, Marcos; SELIPRANDY, Fernando. O cinema e a construção da memória sobre o regime militar brasileiro: uma leitura de Paula: a história de uma subversiva (Francisco Ramalho Jr., 1979). pp. 77-100. In: ____; MORETTIN (Orgs). O cinema e as ditaduras militares: contextos, memória e representações audiovisuais. São Paulo: Intermeios: Fapesp; Porto Alegre: Famecos, 2018.

NICHOLS, Bill. Introdução ao documentário. Tradução Mônica Saddy Martins. Campinas, SP: Papirus, 2005.

NOBRE, Marcos. Conservadorismo em chave democrática. pp. 247 – 266. In: ALONSO, Angela; DOLHNIKOFF, Miriam (ogs). 1964: do golpe à democracia. São Paulo: Hedra, 2015.

RIBEIRO, Denise. A anistia brasileira: antecedentes, limites e desdobramentos da ditadura civil-militar à democracia. (Dissertação de Mestrado) – Universidade Federal Fluminense, 2012.

ROSENSTONE, Robert. A história nos filmes. Os filmes na História. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

SALLUM Jr., Brasílio. Labirintos: dos generais à Nova República. São Paulo, Editora Hucitec, 1996.

___. Notas sobre a (re) democratização. pp. 233 – 246. ALONSO, Angela; DOLHNIKOFF, Miriam (ogs). 1964: do golpe à democracia. São Paulo: Hedra, 2015.

SIMÕES, Solange. Deus, pátria e a família: as mulheres no golpe de 1964. Petrópolis: Vozes, 1985.

SINGER, Paul. O processo econômico. pp. 183-232. In: REIS, Daniel Aarão (Coord). Modernização, ditadura e democracia: 1964-2010. Rio de Janeiro: Objetiva, 2014.

SOARES, Inês; KISHI, Sandra (coords). Memória e verdade: a justiça de transição no Estado democrático brasileiro. Belo Horizonte: Editora Fórum, 2009.

SOUTO, Mariana; ARAÚJO, Matheus. Um 1968 mirim? Notas sobre Meio-dia, de Helena Solberg. EcoPos. Revista da Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de janeiro. V.21, nº. 1, pp. 263-276, 2018.

SCHWARCZ, Lilia; STARLING. Heloísa. Brasil: uma biografia-Pós-escrito. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

STARLING. Heloísa. Onde estão os republicanos? A crise e a República no Brasil contemporâneo. pp. 99-122. In: BOTELHO. Andre; STARLING, Heloísa (orgs). República e democracia: impasses do Brasil Contemporâneo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2017.

TAVARES, Mariana. Helena Solberg: do cinema novo ao documentário contemporâneo. É tudo verdade. It’s All True. Festival Internacional de Documentários. International Documentary film Festival, 2014.

TAVARES, Mariana. Helena Solberg: trajetória singular de uma cineasta brasileira. pp; 147-176. In: LUSVARGHI, Luíza; SILVA, Camila Vieira. Mulheres atrás das câmeras: as cineastas brasileiras de 1930 a 2018. São Paulo: Estação Liberdade, 2019.

TEDESCO, Marina. Cineastas brasileiras que filmaram a revolução: Helena Solberg e Lucia Murat. pp; 103-114. In: LUSVARGHI, Luíza; SILVA, Camila Vieira. Mulheres atrás das câmeras: s cineastas brasileiras de 1930 a 2018. São Paulo: Estação Liberdade, 2019.

TEIXEIRA, Francisco Elinaldo Documentario moderno. pp. 253-288. In: Fernando Mascarello (org.). História do cinema mundial. - Campinas, SP: Papirus, 2006.

TELES, Janaina, Entre o luto e a melancolia: a luta dos familiares de mortos e desaparecidos políticos no Brasil. pp. 151-178. In: SANTOS, Cecília; TELES, Edson; TELES, Janaína (orgs). Desarquivando a ditadura: memória e justiça no Brasil: São Paulo: Hucitec, vol. I, 2009.

VEIGA, Ana. Cineastas brasileiras em tempos de ditadura: cruzamentos, fugas, especificidades. Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2013.

VIANA, Ítalo Rocha. Vozes do documentário nos anos 80: o choque geracional entre distintas representações do real na transição política da década de 80 no Brasil. Dissertação. (Mestrado em Comunicação). Pontifícia Universidade Católica, Rio de Janeiro, 2018.

FILMES:

A Entrevista, de Helena Solberg, de 1966, Documentário, P&B, 19 min, 16 mm

The Emerging Woman, de Helena Solberg, de 1974, Documentário, P&B, 40 min, 16 mm

The Double Day, de Helena Solberg, de 1975, Documentário, cor, 54 min, 16 mm

Simplesmente Jenny, de Helena Solberg, de 1977, Cor, 32 min, 16 mm

From the Ashes... Nicaragua today, de Helena Solberg, de 1982, Documentário, cor, 60 min, 16 mm

The Brazilian Connection: a struggle for democracy, de Helena Solberg, de 1982/1983, Documentário, cor, 58 min, 16 mm

PERIÓDICOS:

O Brasil Real “For Export”. Isto É, 19 de janeiro de 1983.

BITAR, Bernardo; VINHAL, Gabriela. Documentos sobre ditadura desmontam imagem de regime pacífico da era Geisel. Correios Brasiliense. Brasília, 18 de maio de 2018. Disponível em; https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2018/05/12/interna_politica,680169/documentos-sobre-ditadura-quebram-imagem-de-regime-pacifico-de-geisel.shtml. Acesso em: 20 mar. 2020.

BORGES, Rodolfo. Documento da CIA relata que cúpula do Governo militar brasileiro autorizou execuções. El País. Brasil, 10 de maio de 2018. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/05/10/politica/1525976675_975787.html. Acesso 20 mar. 2020.

ENTREVISTA:

SOLBERG, Helena. Helena Solberg (depoimento, 2015). Rio de Janeiro, CPDOC/FGV, 2015. Disponível em: https://cpdoc.fgv.br/memoria-documentario/helena-solberg. Acesso em: 27 mai. 2020.

Publicado
2020-12-23
Como Citar
Cavalcante, A. . (2020). A transição democrática brasileira em imagens: O filme The Brazilian Connection. de Helena Solberg (1982). Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 17(2), 320 -349. https://doi.org/10.35355/revistafenix.v17i17.955