[1]
L. E. C. Teles, “A pesquisa histórica: análise de redes sociais e imprensa operária”, FENIX, vol. 17, nº 2, p. 431-452, dez. 2020.